The Purge 2 – Anarchy

Diretor: James DeMonaco

Durante um período de 12 horas, todo crime é legal no território dos Estados Unidos da América, assim como todos os serviços de emergência estão suspensos. Aquele interessado em expurgar os próprios sofrimentos e ansiedades, poderá sair na rua e fazer o que bem entender durante essas 12 horas sem qualquer tipo de punição, a não ser que caia nas mãos de algum outro indivíduo em busca do expurgo.

Quando o primeiro “Uma Noite de Crime” foi anunciado em 2013, defendi a proposta do filme e criei grandes expectativas, que no fim das contas foram completamente destruídas por um filme tão mal escrito que chegava a ser engraçado; prova de que não se faz um bom filme baseado apenas em uma boa ideia. Em minha mente conseguia imaginar diferentes cenários para o expurgo envolvendo muito mais tensão e violência que o apresentado no filme, o que me levou a desejar uma sequência, mesmo detestando o original. Por incrível que pareça (ou não, já que o filme foi um dos mais rentáveis do ano), meu desejo foi atendido quase que instantaneamente. Alguns meses depois da estréia, a sequência foi anunciada e menos de um ano depois do original, esta foi lançada, “Uma Noite de Crime: Anarquia”, um filme maior e mais ousado que seu antecessor.

Retorna para a sequência apenas o diretor e roteirista James DeMonaco. O elenco do filme original é completamente substituído por outro com menos rostos conhecidos, sendo de Frank Grillo a estrela maior, ator que tem conquistado destaque nos últimos anos, especialmente por interpretar um vilão icônico do Capitão América em Soldado Invernal, mas que ainda não oferece muito como protagonista. Adicione aí vários nomes conhecidos de filmes B e o resultado é um elenco abaixo da média, que teoricamente não faz jus a dupla principal do primeiro filme Lena Headey e Ethan Hawke, mas graças a um roteiro mais bem elaborado tem a oportunidade de fazer algo decente.

The-Purge-banner

Se o primeiro filme peca por não explorar bem o conceito do Expurgo, a sequência peca por tentar explorar demais o mesmo, se tornando uma narrativa inconsistente e sem um objetivo claro. Rapidamente somos apresentados a um grupo diverso de personagens sem qualquer conexão aparente, um casal comum fazendo os últimos preparos para passar a noite do expurgo em paz, uma família humilde temendo pela insegurança, um homem em busca de vingança. Para cada um desses núcleos em que o filme se baseia existe um ou até mais de um sub-plot que se atravessa ao longo do filme. Sequestradores que capturam e vendem pessoas para milionários expurgarem na forma de caçadas no melhor estilo “Hard Target”; famílias ricas que oferecem dinheiro aos pobres para matá-los; soldados do governo com licença para matar; um grupo anarquista querendo combater a opressão existente em forma de expurgo; bandos de criminosos que parecem saídos de uma versão esquecida de “Mad Max” ou até mesmo de “Fuga de Nova York”.

O excesso de enredos secundários e terciários torna o filme confuso e irregular, atravessando gêneros diferentes, mudando de ritmo e tom a todo tempo; Em certas partes evoca o gênero horror com excelência, especialmente enquanto acompanha o casal fugindo pelas ruas desertas e sendo perseguidos por maníacos mascarados, mas pouco depois já parece ser um filme de ação B dos anos 80. Por não decidir qual rumo tomar, o filme não convence em nada daquilo a que se propõe, tornando-se paradoxalmente um filme vazio e superficial que parece não ir a lugar nenhum.

The-Purge-anarchy-gangs

Apesar de tudo, o filme é definitivamente um avanço com relação ao primeiro filme e por algum motivo, no melhor estilo Atividade Paranormal, conquistou o grande público Norte Americano e deve terminar o ano como a maior bilheteria de horror de 2014, talvez perdendo o posto para o aguardado spin-off de “Invocação do Mal”, “Annabelle”. Sinto que está não é a última vez que veremos Uma Noite de Crime!

*Acredito piamente que a versão perfeitamente de Uma Noite de Crime deveria ter sido feita por John Carpenter nos anos 80, estrelando Kurt Russel!

Nota: 2.5/5

Uma Noite de Crime 2 não faz alcançou o Top 15 de Terror 2014.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s