Determinada em ter sucesso como uma atriz de Hollywood, Sarah Walker passa seus dias trabalhando em um emprego sem futuro, suportando amizades mesquinhas e indo em inúmeros testes de elenco na esperança de conseguir a sua grande chance. Após uma série de testes estranhos, Sarah consegue o papel principal em um novo filme de uma empresa de produção misteriosa. Mas a oportunidade vem com ramificações bizarras que irão transformá-la mentalmente e fisicamente.

Starry Eyes é uma mistura chocante de terror psicológico e físico que ainda dá um tapa de luvas em Hollywood.

Starry Eyes é uma mistura chocante de terror psicológico e físico e um tapa de luvas na cara de Hollywood.

Filmes financiados pelos fãs tem se tornado uma constante no cinema independente em Hollywood. Produções originais e ousadas encontram no bolso dos fãs o apoio que lhes foi negado por produtoras empenhadas em manter o ciclo de repetição que está aos poucos arruinando o cinema. “Starry Eyes” foi um dos últimos filmes a alcançar essa meta de financiamento. Nas mãos dos diretores e roteiristas Kevin Kolsch e Dennis Widmyer, os modestos 50 mil dólares de orçamento e míseros dezoito dias de filmagem, se tornaram apenas números.

photo-main

Uma das características mais notáveis de “Starry Eyes”, que deixa claro o motivo que levou os diretores a recorrerem à campanha no Kickstarter, é a visão cruel com que o mercado hollywoodiano é retratado. A protagonista Sarah é constantemente massacrada pelo impiedoso mundo do cinema e suas produtoras demoníacas, que exigem muito mas dão pouco em troca. Essa crítica ousada se faz em duas vias distintas, perpassa todo o filme de forma subintendida, por ações e situações degradantes vividas pelas personagens mas também é verbalizada através do produtor da misteriosa Astraeus:

Esta indústria é uma praga, Sarah, uma praga de falta de originalidade. “Vazio seja vosso nome, raso seja vosso nome”

A crítica direta e indireta do filme cria um cenário perfeito para o desenvolvimento da personagem Sarah, que se sacrifica para se transformar física e psicologicamente em um produto em demanda, alguém que abandona não só princípios morais e éticos mas a própria humanidade para alcançar o sonho de ser uma estrela. Alexandra Essoe que interpreta a protagonista trabalha o tempo inteiro com a meta linguagem ao interpretar uma atriz tentando um papel para um filme de terror e curiosamente, assim como sua personagem, se destaca apenas nos momentos violentos e trágicos. O filme explora o sofrimento físico e mental de Sarah de forma lenta e agonizante com o único objetivo de causar repulsa, o que remonta à filmes recentes como “Contracted” e “Thanatomorphose” (ambos de 2013), objetivo esse que é alcançado com brilhantismo doentio no último ato que usa e abusa de sangue no melhor estilo “A Invasora” (2007) mas que ao mesmo tempo evoca a bizarrice mórbida de “O Bebê de Rosemary” (1968).

Starry-Eyes-1

Ao contrário de outros filmes nascidos do Kickstarter, “Starry Eyes” tem um roteiro sólido e envolvente, com personagens plausíveis e passíveis de se odiar ou amar, apesar de serem performances pouco notáveis, a exceção de Alexandra e seu dedicado chefe no restaurante Big Tater, mais uma performance marcante de Pat Healey.

O único ponto negativo digno de nota em “Starry Eyes” é a oscilação de tom ao longo do filme que constantemente quebra a construção de uma identidade própria ao remeter constantemente a outros filmes, além de cenas carregadas de um humor negro que acabam por quebrar por momentos curtos a tensão do filme, apesar de reforçarem a sátira.

Com uma crítica corajosa e agressiva, cenas chocantes de violência física e mental e uma trilha sonora de Synth Horror no melhor estilo anos 80, “Starry Eyes” garantiu seu lugar entre os grandes filmes de Horror de 2014, conquistando a crítica especializada e o público.

Nota: 4.5/5

Top 15: 03/15

Anúncios

Um comentário sobre “Starry Eyes (2014)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s