Tusk (2014)

Wallace Bryton (Justin Long), narrador de um podcast, desaparece misteriosamente no interior do Canadá. Seu melhor amigo e parceiro, Teddy (Haley Joel Osment) decide procurar por ele, contando com a ajuda da namorada do desaparecido, Allison (Genesis Rodriguez), nesta busca. O que eles não imaginam é que Wallace está nas mãos do misterioso marinheiro Howard Howe (Michael Parks), que tem o estranho plano de criar uma morsa humana.

O anúncio do filme Tusk sacudiu o cenário do horror no começo do ano, por marcar o retorno do diretor Kevin Smith ao gênero. Kevin Smith fez sucesso com filmes que diga-se de passagem estão bem distantes do terror, como os filmes de comédia Clerks I e II, conhecidos no Brasil como O Balconista. O humor ácido e carregado de referências a cultura pop tão característicos do diretor se fazem presentes em Tusk, que também leva uma dose cavalar de humor negro. A ideia ridiculamente engraçada do filme surgiu em um podcast do diretor em que ele encontrou um anúncio na internet de um homem que estava alugando um quarto com a condição de que o hóspede se vestisse como uma morsa diariamente, por duas horas e se comportasse como uma morsa durante esse tempo. A descrição do anúncio do comportamento do homem morsa e a mente fantasiosa do diretor resultaram em um filme com uma das premissas mais insanas de todos os tempos.

Continuar lendo

Anúncios