Horsehead (2014/15)

aka Fievre

Sinopse: Desde sua infância, Jéssica tem sido assombrada por recorrentes pesadelos cujo significado ela não entende. Essa peculiaridade a levou a estudar a psicofisiologia dos sonhos e fazer terapia com Sean, seu mentor e namorado, para tentar entender a origem de seus pesadelos. Após a morte de sua avó materna que ela mal conhecia, Jessica volta relutantemente para a casa de sua família. Ela não se dá bem com a própria mãe e não está animada em revê-la. Assim que chega, Jessica descobre que a falecida avó está sendo velada no qual junto ao dela mesma. Depois de uma primeira noite difícil causada por um estranho pesadelo, no qual ela encontra a avó morta, Jessica adoece. Acamada e com febre alta, a jovem decide to usar o estado letárgico em que se encontra para tentar sonhar lucidamente. Para conseguir isso, seguindo um conselho de Sean, Jessica inspira um pouco de Éter sempre que ela precisa ir mais fundo nesse outro mundo, para ter controle de seus pesadelos. Jessica começa então a vagar por um mundo de pesadelos, habitado por versões bizarras de sua própria família. Ela melhora às próprias habilidades de controlar os sonhos e investiga o mistério que atormenta à ela e à família.

Direção: Romain Basset

Continuar lendo

Anúncios

Tusk (2014)

Wallace Bryton (Justin Long), narrador de um podcast, desaparece misteriosamente no interior do Canadá. Seu melhor amigo e parceiro, Teddy (Haley Joel Osment) decide procurar por ele, contando com a ajuda da namorada do desaparecido, Allison (Genesis Rodriguez), nesta busca. O que eles não imaginam é que Wallace está nas mãos do misterioso marinheiro Howard Howe (Michael Parks), que tem o estranho plano de criar uma morsa humana.

O anúncio do filme Tusk sacudiu o cenário do horror no começo do ano, por marcar o retorno do diretor Kevin Smith ao gênero. Kevin Smith fez sucesso com filmes que diga-se de passagem estão bem distantes do terror, como os filmes de comédia Clerks I e II, conhecidos no Brasil como O Balconista. O humor ácido e carregado de referências a cultura pop tão característicos do diretor se fazem presentes em Tusk, que também leva uma dose cavalar de humor negro. A ideia ridiculamente engraçada do filme surgiu em um podcast do diretor em que ele encontrou um anúncio na internet de um homem que estava alugando um quarto com a condição de que o hóspede se vestisse como uma morsa diariamente, por duas horas e se comportasse como uma morsa durante esse tempo. A descrição do anúncio do comportamento do homem morsa e a mente fantasiosa do diretor resultaram em um filme com uma das premissas mais insanas de todos os tempos.

Continuar lendo

Assim na Terra, Como no Inferno (2014)

“As Above, So Below”

Diretor: John Erick Dowdle

Sinopse: Um grupo de exploradores liderados por uma arqueólogo descem os misteriosos labirintos das Catacumbas de Paris em busca da câmara secreta do alquimista Nicolas Flamel, que pode guardar a lendária Pedra Filosofal, mas acabam se deparando com forças malignas.

Faz apenas alguns dias que “Assim na Terra, Como no Inferno” saiu repentinamente dos planos dos distribuidores e reforçou o contingente de filmes nunca lançados nos cinemas brasileiros por motivos sombrios. Para a satisfação daqueles que esperavam com ansiedade, o filme foi lançado em VOD (Vídeo sob demanda) e rapidamente caiu nas redes do pirate bay, por onde finalmente alcançou o público brasileiro. O que a princípio veio como notícia triste e desanimadora, se revelou uma benção, já que poupou inúmeros fãs de horror de pagarem por um dos produtos mais enganosos vendidos no mercado cinematográfico em 2014.

244308.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

Continuar lendo

Housebound (2014)

Diretor: Gerard Johnstone

Enquanto os grandes lançamentos do Horror continuam dividindo público e crítica, os festivais de cinema de gênero pelo mundo a fora continuam surpreendendo e renovando com filmes assustadores, divertidos e originais. Um dos mais bem recebidos do ano é o Neozelandês Housebound, filme de estréia no cinema do diretor Gerard Johnstone, protagonizado por um elenco bem pouco conhecido fora do país de origem.

Housebound-banner-740x493

Housebound, palavra inglesa que significa “confinado em casa”, normalmente se referindo a pessoas adoecidas, aqui se refere a personagem principal Kylie Bucknell (Morgana O’Reilly), que após uma tentativa frustrada de assalto é presa e obrigada a ficar em prisão domiciliar na casa dos pais da qual fugiu ainda jovem, utilizando uma tornozeleira de monitoramento. O problema começa quando a jovem rebelde percebe que existe algo muito errado na casa de seus pais que pode nem ser desse mundo. Continuar lendo

ABCs da Morte 2 (2014)

ABCs of Death 2

26 Letras, 26 curtas, 26 diretores. Essa é a proposta da antologia de terror ABCs da Morte que retorna um ano após o lançamento do primeiro filme trazendo uma nova safra de cineastas, temas e loucuras, em forma de animação,

No lugar de um simples review do filme, preferi dissecá-lo e falar um pouco sobre cada um dos segmentos que o compõem. No geral, ABCs da Morte 2 se mostra muito mais consistente que o filme original, apresentando uma menor oscilação tanto de temas quanto de qualidade. Nenhum dos curtas chega ao nível de certas atrocidades presentes no filme original e os bons aqui são superiores aos melhores de seu predecessor. Atribuo tal superioridade a um misto de experiência dos produtores e uma seleção mais elaborada de diretores e escritores. É importante ressaltar que independente de ter um nível superior no geral, o filme continua sendo uma bagunça, com temas e abordagens que passam por todos os lugares, o que é esperado de uma antologia com vinte e seis curtas feitos ao redor do mundo; alguns são repetitivos ou pouco originais, outros não fazem o menor sentido, alguns são completamente bobos e alguns são puramente chocantes e controversos.

Uma das partes mais interessantes da experiência que é assistir ABCs da Morte 2 é tentar adivinhar qual será o nome do curta metragem a partir da letra e quem é o diretor responsável por cada filme. Para quem não tiver tanto interesse nessa parte, fica a lista comentada dos curtas:

Continuar lendo